Alfabetização precoce, por que não?